UNews :: O blog da UNIK imóveis

Lagoinha do Leste: uma trilha inesquecível no Sul da Ilha – Floripa

Andar, suar, fazer um esforço físico daqueles, tudo isso vale e muito a pena quando a recompensa é respirar ar puro e encher os olhos com belezas naturais. No Sul da Ilha está uma das trilhas mas difíceis de Floripa, porém, uma das mais paradisíacas também. Falo da Lagoinha do Leste, a praia mais preservada da Ilha.

Saindo da SC-406, Pântano do Sul, são 2,2 Km, metade de subida e outra metade de descida, ambas íngremes. Fácil? Para os atletas é um bom treino. Brincadeira à parte, é bom ter um pouquinho de resistência para aguentar, especialmente a ida. Mas até agora falei do lado desafiador, isso porque quem encarar essa trilha precisa estar preparado para ela. No entanto, a vista do alto do morro, as águas cristalinas do mar e a água doce e morna da Lagoa fazem qualquer esforço valer a pena.

Do alto do morro, num mirante que tem no local, é possível ver a praia do Pântano do Sul. Um pouco depois do mirante, há um ponto do qual se visualiza a praia e a lagoa que dão nome a trilha,

Após o respiro, vem a descida rumo ao mar. A praia é uma enseada fechada, mas com mar aberto, boa para surfe. Não tem infraestrutura nenhuma no lugar (a praia é deserta), o que garante a ela o status de intocada.  Ah, a ida pode levar de 50 minutos a 1 hora e 30 minutos, depende do seu ritmo.

Mas não pense que a aventura acabou por aí. À direita da praia tem um trilha super íngreme, de 600 metros, que leva ao topo do Morro da Coroa. Depois de mais 1 km (em média 1 hora de caminhada), 210 metros acima do nível do mar, a vista é incrível. Vale ressaltar que a subida é bem íngreme, então descanse um pouco entre uma caminhada e outra.

Fotos: Makito/Santur

Prepare-se

  • Opte por tênis ou bota de tracking;
  • Use roupas confortáveis e leves e roupa de banho;
  • Lembre do boné ou chapéu para proteger do sol;
  • Não esqueça do protetor solar;
  • Leve bastante água,  frutas como maça e outras ricas em água e sais minerais, e sanduíches ou alimentos que os valham, porque a praia é deserta e depois ainda tem a volta;
  • Leve sua sacola, de preferência reutilizável, para trazer seu lixo de volta;
  • Câmera fotográfica é imprescindível.

 

Acesso pelo Matadeiro e pelo mar, de barco

O acesso pelo Pântano do Sul é bem sinalizado, assim como a trilha inteira. Se quiser pode contratar um guia, mas sem ele você não corre o risco de se perder.

Outra forma de chegar a Lagoinha do Leste é pela trilha do Matadeiro, praia ao lado da Armação. É só seguir a trilha pelos costões e irá chegar lá. São cerca de 2 horas e meia de caminhada: mais extensa, mas mais tranquila.

Se quiser pular a parte da caminhada, pode ir de barco, saindo da Praia do Pântano do Sul. O passeio até a Lagoinha do Leste leva uns 30 minutos.

 

 

Letícia Kapper

Letícia Kapper

Jornalista, curiosa, moradora do Sul da Ilha!
Com uma trajetória de 10 anos na Comunicação catarinense - 7 anos em redação de jornal impresso e outros 3 como produtora de rádio, TV, assessora de imprensa e produtora de conteúdo -, hoje dedica-se a Comunicação Digital e é gestora na Cultura Multimídia, parceira da OUSE Lab.

Letícia Kapper

Letícia Kapper

Jornalista, curiosa, moradora do Sul da Ilha!
Com uma trajetória de 10 anos na Comunicação catarinense - 7 anos em redação de jornal impresso e outros 3 como produtora de rádio, TV, assessora de imprensa e produtora de conteúdo -, hoje dedica-se a Comunicação Digital e é gestora na Cultura Multimídia, parceira da OUSE Lab.

Os mais lidos

Acompanhe a UNIK Imóveis

Imobiliária UNIK Imóveis

(48) 3307-828
Segunda à Sábado das 9h às 18h30